ITALVA É DESTAQUE EM TRANSPARÊNCIA PÚBLICA

A Cidade de Italva ficou em 6º lugar no ranking das 13 cidades que compõem a área do Noroeste Fluminense e em 36º no Estado do Rio de Janeiro em transparência pública, com base em dados do MPF-Ministério Público Federal, o Município é hoje administrado pelo prefeito Leonardo Guimarães.
O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro divulgou o ranking estadual de transparência, em evento realizado na sede da Procuradoria da República do Rio de Janeiro (PR/RJ). Diversos procuradores da República que participaram da elaboração do ranking, representantes da Controladoria Geral da União (CGU) e gestores de prefeituras e órgãos de governo estiveram presentes.
O evento foi aberto pelo procurador-chefe da PR/RJ, Lauro Coelho Junior, que destacou a importância da transparência para o exercício da cidadania: "não há como falar em participação popular sem se falar em transparência na administração pública". O chefe da CGU no Rio de Janeiro, Fabio Valgas, também compôs a mesa inicial e ressaltou o direito de acesso a informação e a " responsabilidade do gestor em disponibilizá-la de forma clara e correta".
O ranking estadual de transparência avalia os portais e ferramentas de comunicação usadas por órgãos do Governo do Estado do Rio de Janeiro e das 92 prefeituras do Estado. Os critérios para avaliação foram estabelecidos pela ação nº 4 da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Enccla), que criou um checklist para aferir o cumprimento das Leis de Transparência pelos entes federativos. A divulgação foi feita pelo procurador da República que coordenou a elaboração do ranking, Eduardo El-Hage.

O Governo Municipal representado pelo Prefeito Leonardo Guimarães fez um pronunciamento ao saber do resultado:

” Mais uma vitória do trabalho ético, transparente e honesto, com base em dados do MPF-Ministério Público Federal, só tenho a agradecer a cada um dos meus colegas de trabalho, pois sem eles não seria nada fácil administrar esse município, esse levantamento mede a transparência pública em estados e municípios brasileiros para avaliar o grau de cumprimento às normas da Lei 12.527/201, que entrou em vigor em 16 de maio de 2012.”

Compartilhar no Facebook